Brasil vence o 8º Prêmio Internacional de Café Ernesto Illy

Café da São Mateus Agropecuária foi eleito o melhor do mundo na premiação, que aconteceu em Nova Iorque

 

A 8ª edição do Prêmio Internacional de Café Ernesto Illy contou com um brasileiro campeão. Antes de mais nada, José Eduardo Dominicale, da São Mateus Agropecuária, venceu o Best of the Best. Em primeiro lugar, a premiação recebeu o nome do líder visionário da illycaffè e filho do fundador da empresa. O objetivo é celebrar o trabalho que a empresa desenvolve nos últimos 30 anos, lado a lado com os produtores de café. Isto é, para oferecer o melhor café sustentável do mundo.

Desde já, o presidente da illycaffè, Andrea Illy, entregou o prêmio ao vencedor em evento realizado na New York Public Library, em Nova Iorque. A honraria, pois, foi atribuída por um painel independente de nove especialistas. Ou seja, que examinaram os melhores lotes da colheita de 2022-2023 através de uma degustação às cegas de nove cafés dos nove países finalistas.

São eles, portanto, Brasil, Costa Rica, El Salvador, Etiópia, Guatemala, Honduras, Índia, Nicarágua e Ruanda. Antes de ser avaliado pelo júri, cada lote de café foi analisado pelos laboratórios de controle de qualidade da illycaffè. E, ainda, classificado em termos de riqueza e complexidade aromática, elegância e equilíbrio do seu sabor e intensidade do seu aroma.

 

Prêmio Internacional de Café

De antemão, a Finca Danilandia, de Luis Arimany Mondonico, da Guatemala, ganhou o prêmio Coffee Lovers’ Choice. Ou seja, atribuído por um painel de consumidores que, nas semanas anteriores ao evento, realizou provas às cegas das amostras da bebida. Assim, que aconteceram nos cafés illy de Trieste, Milão, Paris, Londres, São Paulo e Nova Iorque e classificou suas preferências.

“A vitória absoluta do café brasileiro proveniente da agricultura regenerativa – escolhido às cegas entre os nove melhores cafés do mundo – é motivo de muita alegria para mim. De fato, a história do Prêmio Ernesto Illy começou no Brasil, em 1991. E isso confirma que as recompensas recebidas pela illycaffè por ter transformado o Brasil de um líder em quantidade para um líder em qualidade são bem merecidas”, diz Andrea Illy.

“Depois de mais de 25 anos de trabalho incessante e incansável da nossa equipe de agrônomos e da Universidade do Café, o salto finalmente aconteceu graças à agricultura regenerativa. Que decidimos desenvolver em 2018 pelos benefícios que traz ao meio ambiente e à saúde de todos”, concluiu.

 

Propriedade

Localizada na cidade de Varjão de Minas, a propriedade São Mateus Agropecuária, a princípio, foi finalista em 2022. Já em 2023, voltou com tudo para se consagrar como campeã regional do Cerrado Mineiro e conquistar o 1º lugar na premiação nacional. E, de quebra, levar o Best of the Best durante a 8ª edição do Prêmio Internacional de Café Ernesto Illy.

Há 40 anos, o fundador do grupo BMG e do Guima Café, Flávio Pentagna Guimarães, investiu em suas primeiras lavouras de café na região do Cerrado Mineiro. Sobretudo após comprar as fazendas São Lourenço e Brasis.

“De lá para cá, evoluímos por meio da implantação de melhorias contínuas nas lavouras e a expansão do pós-colheita. Profissionalizamos a nossa equipe e, juntos, seguimos fortalecendo a marca e buscando tecnologias para melhorarmos nosso sistema produtivo. Há 15 anos fizemos a transição para a produção de cafés especiais, sempre focados nos pilares da sustentabilidade. Atualmente, implantamos a cafeicultura regenerativa, que visa manter os solos vivos e a saudabilidade de todo o ecossistema”, revela Eduardo Dominicale, CEO do Grupo BMG.

 

Parceria

Primordialmente, a parceria com a illy, iniciada em 2008, ocorreu no mesmo período em que a fazenda fazia a transição de sua produção para cafés especiais.

“Fornecemos cafés especiais, produzidos de forma sustentável e alta qualidade para a illy, uma marca globalmente conhecida e presente no mundo todo. Isso nos enche de orgulho e também nos dá um sentimento de grande responsabilidade com nosso processo produtivo, já que nosso produto final será consumido por milhares de pessoas”, ressalta Eduardo.

“Para nós, já foi uma honra estar entre os 27 melhores cafés do mundo, ao lado de produtores tão relevantes no mercado internacional. O fato de vencer as duas premiações é motivo de muito orgulho e reconhecimento de que estamos no caminho certo, na busca por produzir cafés de qualidade aliada às práticas de sustentabilidade”, finalizou.

 

Fonte: Hub do Café

 

AMAURI JR NEWS

Notícias à toda hora!

Email: amaurijunioruela@gmail.com

Site: www.amaurijrnews.com.br

Facebook: Amauri Júnior

Instagram: amauri_juniormg

Tik Tok: amaurijunior_news

Grupos de WhatsApp

Anuncie: (35) 9.9806.5664