Críticas e repúdio à Copasa e Cemig no Legislativo de Muzambinho

A reunião ordinária do Legislativo de Muzambinho, no dia 04 de outubro, foi marcada por intensas críticas à Copasa e Cemig devido aos transtornos iniciados na última semana e que até o momento não foram totalmente sanados.

 

GERADOR DE ENERGIA

O vereador Afrânio Donizetti Damázio relatou a existência de dois bueiros entupidos na Rua Domingos Armelim, sendo que moradores pedem reparos no local. Em seguida, revelou os muitos questionamentos envolvendo a Copasa nos últimos dias devido aos transtornos gerados e já de conhecimento público. Manifestou sua indignação, observando que a empresa deveria ter um gerador de energia elétrica para evitar os problemas nos casos emergenciais. Sugeriu o envio de requerimento à Copasa em nome da Câmara, fazendo o referido pedido de providências. No final, também destacou a constante falta no abastecimento de água no bairro Jardim Canaã, sendo que os moradores reivindicam um depósito de água no local.

O vereador Roosevelt Pereira de Paula foi direito: “Neste caso, acho que a Cemig é mais culpada que a Copasa, embora todos tem que melhorar”. Defendeu os funcionários da Copasa, reconhecendo o grande empenho. “O povo de Muzambinho merece mais”, declarou.

A vereadora Jack Krauss afirmou que as duas empresas (Cemig e Copasa) vem gerando transtornos ao município. Lembrou que vários municípios estão questionando e cortando o convênio com a Copasa.

 

FALTA DE RESPEITO

O vereador Carlos Hebert Salomão relatou que esteve na Escola Municipal Frei Florentino e ouviu várias reclamações. As lousas (quadros) estão em estado precário, dificultando o aprendizado. Assim, pede providências a respeito. A vereadora Sandra Marques informou que a Secretaria Municipal de Educação já licitou os novos quadros, visando a troca de todos os quadros em todas as escolas.

Carlos Hebert continuou comentando a chegada das chuvas, motivo de alegria e benções. Porém, segundo ele, a “Copasa e a Cemig” não deixaram ninguém comemorar a chegada das chuvas. Questionou a falta de investimento da Copasa no município, apenas explorando o tratamento de água. O vereador revelou ter tomado conhecimento do prejuízo sofrido por muitas pessoas com a falta de energia, sendo que nada acontece contra a empresa. Porém, a punição é irreversível ao consumidor quando atrasa o pagamento. Para o vereador, a Copasa age com falta de respeito à população ao não manter um gerador de energia. No final, questionou a concessão do município, sem que nada seja cobrado em troca.

 

PERIGO NO CLUBE

O vereador Marco Antônio Ferreira solicitou reparação em mata-burro na estrada do bairro Belém, em local próximo à residência do cidadão Marcos Custódio. Citou situação precária também em ponte no mesmo bairro. Em seguida, argumentou que não será possível “deixar o Clube Recreativo cair para depois tomar as medidas cabíveis”. Lembrou que já foi aprovado o orçamento para a execução das obras necessárias no local. Assim, pediu que a demanda seja atendida o mais rápido possível. O vereador também lamentou os fatos envolvendo a falta de água no município no último final de semana. Para ele, não adianta colocar a culpa em alguém, sendo necessário um trabalho em conjunto para impedir que novos problemas aconteçam. Criticou a Cemig pela “energia mais cara do mundo”.

 

INTENSO TRABALHO

A vereadora Sandra Marques fez a leitura de textos com a definição sobre “o que é a política”, bem o significado das palavras amor e liberdade. Em seguida, a liderança garantiu um intenso trabalho, juntamente com os demais colegas. Sandra também comentou demanda do cidadão Maicon (filho do Lauro), manifestando confiança de que o problema com esgoto será solucionado. Agradeceu o Executivo e equipe da MZB pela ação que será desenvolvida no local. Relatou que também esteve no bairro Brejo Alegre, ao lado do Centro Comunitário, onde será construído um alambrado. Outras demandas do bairro também estão contando com o seu empenho. Sandra falou ainda de outras ações importantes em prol da comunidade.

 

FORÇA E UNIÃO

O presidente Gilmar Martins Labanca comentou importante reunião na Santa Casa, inclusive anunciando que serão realizadas audiências públicas. Acredita que este tipo de reunião contribui para o aprendizado de alguma forma. O presidente ainda agradeceu requerimento aprovado na última semana em apoio ao Hospital Santa Lúcia, da cidade de Poços de Caldas. “A união realmente faz a força”, disse. Destacou o esforço de prefeitos e vereadores de toda a região, conseguindo fazer com a entidade continue recebendo pacientes nos casos de emergência. No final, o presidente também teceu críticas à Cemig e Copasa, concordando com a falta de respeito aos cidadãos de Muzambinho. Também destacou a falta de investimento e o alto valor das contas cobradas. Terminou sugerindo uma Moção de Repúdio à Copasa, solicitando uma audiência com os Superintendentes da Copasa e Cemig.

 

O FUTURO É HOJE

A Tribuna Livre foi ocupada pelo jovem Henrique dos Santos Pereira abordando o tema “experiência no Parlamento Jovem”. Para ele, uma experiência satisfatória, entendendo que os jovens devem tem o conhecimento básico sobre a democracia. Relatou que o meio ambiente foi o tema debatido neste ano, inicialmente através de encontros virtuais e depois com algumas plenárias presenciais. O jovem agradeceu o Legislativo pela oportunidade dada e destacou a plenária estadual em Poços de Caldas nesta semana.

A vereadora Sandra Marques, coordenadora do Parlamento Jovem em Muzambinho, manifestou grande alegria pela experiência e enorme aprendizado. Parabenizou o jovem Henrique e demais participantes da Escola do Legislativo, dizendo: “Vocês são luz. O futuro é hoje e vocês deram o primeiro passo”. Outros vereadores também manifestaram satisfação, agradecendo os jovens parlamentares.

 

AMAURI JR NEWS

Notícias à toda hora!

 

Fotos:

Reprodução

Compartilhe essa notícia!

Facebook
WhatsApp
Telegram
Imprimir
plugins premium WordPress