O POVO PERGUNTA – Prefeito de Muzambinho responde questionamentos da população

Para Paulinho Magalhães, não existe um único “feito” que destaca a administração, mas um conjunto de importantes ações. Além disso, ressaltou que o bom trabalho de combate à COVID se tornou referência regional e ajudou a “salvar vidas”.

 

O espaço O POVO PERGUNTA foi criado com o objetivo de aproximar a população com as autoridades que a representam em assuntos específicos. Prefeitos, vereadores e outras lideranças tem a difícil, mas nobre missão, de promover a qualidade de vida e o desenvolvimento de suas comunidades. As perguntas foram encaminhadas a este jornalista através dos grupos de WhatsApp AMAURI JR NEWS. São 7 grupos e mais de 1.500 pessoas atingidas “diariamente” com informações e publicidade.

 

Na estreia do quadro, as perguntas foram direcionadas ao prefeito de Muzambinho, Paulo Sérgio Magalhães. A autoridade atendeu a reportagem na segunda-feira (22/11). Confira as respostas dadas pelo chefe do Executivo aos questionamentos feitos. Vale esclarecer que duas perguntas não foram respondidas, sendo que o prefeito alegou que estão no planejamento de ações do seu governo e necessitam de algumas definições. Porém, garantiu que os problemas citados serão solucionados o mais breve possível.

 

*Qual pergunta deve ser feita ao prefeito de Muzambinho?*

 

1. Ênio José de Paula (Jardim dos Imigrantes) e João Batista Vieira (Córrego da Prata) questionaram:

Qual o andamento do projeto do asfalto entre Muzambinho e Caconde?

A execução do asfalto no referido trecho é um sonho antigo das duas comunidades e autoridades mineiras e paulistas. Ao longo de décadas, foi uma obra prometida por muitos em entrevistas, palanques e reuniões políticas, mas que nunca saiu do papel. A expectativa é bastante positiva no momento, através de recursos da ordem de R$ 14 milhões viabilizados pelo deputado federal Aelton Freitas.

Paulinho Magalhães observou que são necessários três orçamentos, sendo que um deles foi descartado. A providência foi tomada para solucionar este impasse e a expectativa é que ainda nesta semana seja lançado o edital de licitação para a execução do “projeto”. Acredita, inclusive, que a licitação deve ocorrer em breve, provavelmente até o dia 15 de dezembro. O projeto tem um prazo de conclusão entre 45 e 60 dias. Em seguida, será licitada a execução da obra propriamente dita.

O prefeito acredita que esta obra será importante para o desenvolvimento de Muzambinho? “Acredito que com esta obra Muzambinho vai voltar a crescer”, respondeu. Até porque o asfalto estará ligando e encurtando a distância entre os estados de Minas Gerais e São Paulo. Vislumbrando a execução da obra, empresários já acionaram a administração demonstrando interesse em investir no município.

 

2. Elaine Orlando (Bairro Patrimônio) perguntou: O que está sendo feito pra diminuir o desemprego na cidade? Pergunta no mesmo sentido foi feita pelo cidadão Marcos Miranda (Jardim Ágape) sobre algum projeto de desenvolvimento econômico para a cidade de Muzambinho nos próximos anos?

Respondendo os dois questionamentos com o mesmo contexto, o prefeito revelou que tem conversado com muitas pessoas, lideranças e empresários. Além disso, os contatos são diários com os empresários da própria cidade de Muzambinho. Mais recentemente, conversou com uma pessoa que trabalha com secador de café e outros equipamentos. Portanto, existe empenho total para ajudar inicialmente os empresários da cidade.

Ao mesmo tempo, segundo o prefeito, na última semana a administração recebeu um empresário que pretende investir num hotel e loja automotiva em Muzambinho. Acrescentou que as dificuldades são grandes, considerando um futuro mais positivo devido ao possível fim da pandemia da COVID-19. “Estamos buscando e conversando com empresários. Estamos tentando ajudar os nossos empresários muzambinhenses da maneira que for possível”, disse.

Por fim, ainda com relação a este tema, o chefe do Executivo revelou que a atual administração está fazendo uma avaliação e recadastramento dos imóveis pertencentes ao município. O trabalho é inédito e tem por objetivo identificar o que é possível doar ou ceder, visando o crescimento dos empresários locais e atrair o interesse de empresários de outras regiões.

A administração pensa como um todo, promovendo a valorização dos empresários locais e estando aberta ao interesse dos empresários de outras cidades e até outros estados. “A gente não pode só abrir para o pessoal vir de fora. Temos que fazer os nossos daqui crescerem também, pois são eles que estão sustentando Muzambinho e aguentando o arrocho desta crise”, destacou.

 

3. Cláudia Martins (Bom Retiro), perguntou: Como solucionar o problema de cães soltos pelas ruas cidade?

O prefeito reconheceu que o problema existe no município e merece atenção do poder público. Neste contexto, conversa muito com a vereadora e defensora dos animais, Jack Krauss. Somente neste ano, numa ação inédita no município, já foram castrados mais de 100 cães, sendo que outros 200 ainda deverão passar pelo mesmo procedimento. O recurso foi viabilizado pela vereadora Jack Krauss para a área de saúde, sendo que foi feita uma troca, sendo que o município também investiu recursos próprios. Portanto, o trabalho terá continuidade, inclusive alocando mais recursos para o próximo ano.

 

4. A morada Ana Cláudia (Retiro) manifestou preocupação com a demora no agendamento de consultas e exames para a localidade rural. Assim, perguntou sobre a possibilidade de agilizar este processo de atendimento.

Paulinho Magalhães confirmou que são agendadas apenas 5 fichas de atendimento por semana, mas esclareceu que existe a “livre demanda”. Portanto, segundo ele, as pessoas que procuram a unidade são atendidas. Ao mesmo tempo, garantiu que o agendamento está sendo muito rápido para uma série de exames. Citou os exames de sangue de todos os tipos, Raio X e Mamografia. Já os exames de média complexidade, como ressonância e tomografia, demandam um pouco mais de tempo devido à fila existente. Porém, se a médica que presta o atendimento colocar e justificar o caso de urgência, a necessidade é repassada para o médico regulador, confirmando a urgência, o atendimento é agendado quase que de forma imediata.

O prefeito acrescentou que a administração está atenta ao atendimento em todas as unidades de saúde o município. Mudanças foram promovidas nas unidades do PSF. “Estamos mudando a maneira de agir na saúde de Muzambinho para que num futuro próximo as coisas se resolvam e as filas acabem em todos os setores”, disse.

 

5. Denise Paz (Jardim Europa) perguntou: Qual programação para o aniversário da cidade e Natal?

Conforme o Executivo, o aniversário da cidade em 30 de novembro terá uma programação bastante simples, inclusive com alguns eventos na área da educação. Quanto ao Natal, a instalação da iluminação pelas ruas e praças já está sendo agilizada. A intenção é levar as famílias para as ruas, frequentando os estabelecimentos comerciais de alimentação e de uma forma geral. Até para que a população faça suas compras no próprio comércio de Muzambinho, gerando emprego e renda.

 

6. A pergunta do Portal AMAURI JR NEWS abordou a possibilidade de realização do Carnaval em 2022.

Paulinho Magalhães informou que participou de uma reunião virtual na última sexta-feira (19) com diversos prefeitos da AMOG – Associação dos Municípios da Microrregião da Baixa Mogiana. E revelou o seu posicionamento, como prefeito de Muzambinho: “Eu sou contrário à realização do carnaval neste momento, público ou privado”. Mas existe a preocupação de que os jovens muzambinhenses buscam o carnaval em outras cidades da região. O desejo é que todas as cidades não realizem o evento para evitar este problema. Uma definição a respeito deve acontecer na próxima sexta-feira, 26 de novembro, em nova reunião dos prefeitos. Se as cidades da região decidirem pela realização do evento, o Executivo de Muzambinho também poderá mudar o seu posicionamento. “O problema de um carnaval maior é que vem muita gente de fora e pode voltar a complicar a situação da COVID. Não quero um carnaval grande em Muzambinho no próximo ano”, disse.

 

7. Qual o maior feito da administração municipal até aqui? Esta foi a pergunta do cidadão Sérgio Garcia (Alto do Anjo).

O prefeito declarou que enfrentou dificuldades no início da administração porque encontrou dívidas. Assim, o primeiro passo foi sanear o município colocando as contas em dia. Além disso, a pandemia da COVID teve um grande agravamento a partir do mês de janeiro. Foi necessário fazer um bom trabalho na área da saúde. “A nossa atuação de combate à COVID é referência na Regional de Saúde. Somos a cidade que mais mandou testes para Belo Horizonte, inclusive mais que Poços de Caldas, Pouso Alegre e Varginha”. O prefeito lamentou os 38 óbitos registrados no município, mas entende que o bom trabalho evitou tragédias outras tragédias familiares e muitas vidas foram salvas pelo trabalho executado. Neste contexto, valorizou a colaboração da comunidade e apoio das mídias sociais.

Por fim, Paulinho Magalhães destacou obras como a reforma de escolas municipais, aquisição de imóveis e veículos. “É um conjunto de ações que está sendo bom para o município. É um conjunto de ‘feitos’ que está levando o município prá frente”, finalizou.

 

AMAURI JR NEWS

Notícias à toda hora!

Anuncie sua empresa ou atividade profissional:

(35) 9.9806.5664

 

ALÉM DA NOTÍCIA

Nova edição do quadro O POVO PERGUNTA!

 

Qual pergunta você faria ao seu vereador em Muzambinho?

Envie:

“Minha pergunta ao vereador ____________ é:

Pergunta: _______________________________________

 

Para participar é preciso fazer parte dos grupos de WhatsApp AMAURI JR NEWS. Envie uma mensagem para (35) 9.9806.5664 e peça para ser adicionado.

Compartilhe essa notícia!

Facebook
WhatsApp
Telegram
Imprimir
plugins premium WordPress