Presidente da AMM prevê possibilidade de colapso financeiro de prefeituras

O prefeito de Coronel Fabriciano e presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM), Marcos Vinícius Bizarro (sem partido), previu, na manhã da sexta-feira (13/10), uma possibilidade de colapso financeiro das prefeituras do estado em maio do ano que vem. Ele relatou que os dois principais gargalos são a queda na arrecadação do ICMS e o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

 

Em Arceburgo, o prefeito Gilson Mello (PL) não descarta tomar medidas drásticas para garantir a saúde do caixa local. “Vivemos uma situação de atenção. Já fizemos alguns cortes e teremos que fazer outros. Se continuar a situação do FPM abaixo do ideal, vai ter um colapso. A sugestão que estou trabalhando com o pessoal é de fechar a prefeitura alguns dias da semana”, diz.

 

A queda no FPM é explicada pela diminuição da arrecadação do Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ). Neste ano, a receita com o IRPJ ficou 16,4% menor que em 2022, uma redução de R$ 13,2 bilhões. Isso aconteceu por uma queda geral no lucro das empresas. Além disso, o pagamento de restituições a pessoas físicas foi elevado para R$ 6,6 bilhões, cerca de 23% maior que no exercício anterior.

 

Fonte: O Tempo

 

AMAURI JR NEWS

Notícias à toda hora!

Email: amaurijunioruela@gmail.com

Site: www.amaurijrnews.com.br

Facebook: Amauri Júnior

Instagram: amauri_juniormg

Tik Tok: amaurijunior_news

07 grupos de WhatsApp

Anuncie: (35) 9.9806.5664

Compartilhe essa notícia!

Facebook
WhatsApp
Telegram
Imprimir
plugins premium WordPress